QUATRO

DO INEVITÁVEL – Um azar danado / A pessoa nascer / Lá no passado.
DO SANGUE – E eis me aqui! / Ensanguentado / De tanto sorrir.
DO NADA – Nas mãos levo nada / Sequer miolo de pote / Ou água desidratada.
DA REGRA – Quero ser a regra / Não a que segue / Mas a que quebra.

Anúncios

3 Respostas para “QUATRO

  1. Cesar,
    A volta do seu blog foi uma das redescobertas mais entusiasmadas do ano passado. Nao preciso passar por lisongeiro quando digo que o seu tem sido o blog mais interessante em lingua portuguesa.
    Abracos,
    Diogo.

  2. Faz uns dois anos, acho, que o Henrique Leite me mostrou o Pró Tensão e gostei muito, logo de cara. Agora, por acaso, encontrei-o novamente e isso alegrou meu dia. Compartilho da opinião do Diogo e espero que você não pare de escrever tão cedo.
    Abração!

  3. Muito obrigado, Diogo e André. Voltem sempre. Comentem sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s